A hipertensão pode aumentar o risco de insuficiência cardíaca pós-parto

Normalmente, as mulheres recebem alta do hospital dentro de dois a três dias após o parto e não são avaliadas por seus profissionais de saúde novamente até seis semanas depois.

Hipertensão, Hipertensão, insuficiência cardíaca, Hipertensão pós-parto, india expresso, notícias expressas indianasA insuficiência cardíaca é a principal causa de morbidade e morte materna, afetando mulheres relativamente jovens em idade reprodutiva. (Fonte: Thinkstock Images)

Mulheres jovens que sofrem de hipertensão têm um risco aumentado de insuficiência cardíaca nas seis semanas após o parto, também conhecido como período pós-parto, de acordo com um estudo.



A insuficiência cardíaca é a principal causa de morbidade e morte materna, afetando mulheres relativamente jovens em idade reprodutiva, especialmente entre aquelas com a presença de uma doença ou condição adicional, como hipertensão.

O estudo descobriu que, embora menos de 2% de todas as hospitalizações relacionadas à gravidez ocorressem durante o período pós-parto, quase 60% das hospitalizações por insuficiência cardíaca relacionadas à gravidez ocorreram durante o mesmo período.



Esta descoberta dá suporte ao uso da hospitalização relacionada ao parto como uma janela de oportunidade para identificar mulheres de alto risco e desenvolver estratégias de vigilância antes da alta, disse Mulubrhan Mogos, professor assistente da Universidade de Illinois em Chicago.



No estudo, publicado na revista Circulation: Heart Failure, a equipe analisou mais de 50 milhões de hospitalizações relacionadas à gravidez nos Estados Unidos.

Os resultados mostraram que houve um aumento de 7,1 por cento a cada ano nos diagnósticos de insuficiência cardíaca entre as hospitalizações pós-parto.

Além disso, as taxas de insuficiência cardíaca durante o período pré-parto, ou antes do parto, aumentaram em média 4,9 por cento ao ano, o que pode ser atribuído à presença de hipertensão, diabetes ou outros fatores de risco ou condições que as mulheres tinham antes de engravidar.



Normalmente, as mulheres recebem alta do hospital dentro de dois a três dias após o parto e não são avaliadas por seus profissionais de saúde novamente até seis semanas depois.

Portanto, os pesquisadores destacaram a necessidade de monitoramento próximo das mulheres de alto risco antes de terem alta do hospital após o parto e durante o período pós-parto.

O artigo acima é apenas para fins informativos e não se destina a substituir o conselho médico profissional. Sempre procure a orientação de seu médico ou outro profissional de saúde qualificado para qualquer dúvida que possa ter sobre sua saúde ou condição médica.